Menu

The Journey of Halvorsen 238

hotoven64's blog

Banespão Reabre Com Questão No Interior Do Edifício

Organizações Usam Tecnologia Para Mirar Compradores Pelo Endereço


A decisão foi anunciada pelo presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), a pedido do relator, Marcos Rogério (DEM-RO), ambos inimigos de Cunha, diante da constatação de que Cunha seria absolvido caso a votação ocorresse nessa terça-feira. Considerada voto determinante, a deputada Tia Eron (BA), do PRB de Celso Russomanno e Marcelo Crivella, não apareceu na sessão, o que abriria margem para o voto do suplente Carlos Marun (PMDB-MS), um dos principais defensores de Cunha.


O placar no Conselho ficaria 11 a nove pra salvar Cunha. O "sumiço" de Eron monopolizou o final da sessão, com clara visão por deputados de que ela e o PRB acertaram livrar Cunha da cassação. A assessoria da deputada falou que ela iria mostrar-se pela hora da votação, porém não soube discursar o porquê da inexistência durante toda a sessão. A exposição deste voto paralelo foi o pretexto usado pelo relator Marcos Rogério pra adiar a votação e evitar a derrota.


A defesa de Cunha citou que os oponentes do peemedebista é que recorreram a uma manobra. A intenção dos articuladores da cassação de Cunha com o adiamento é acrescentar a pressão sobre isto Tia Eron, com a apresentação pela mídia e nas mídias sociais. Para adversários de Cunha, há um indicativo potente de acordo entre o PRB, Cunha e o governo Michel Temer pra salvar o peemedebista.



  • Seja visual

  • Benefício na multiplicidade de itens - Recebe alguma dica/recomendação

  • Superior praticidade no processamento de pedidos

  • Desenvolvimento de relatórios de criação, com análise crítica e recomendações



  • Conforme o Painel, o Planalto recebeu nesta segunda a cúpula do PRB, reunião depois da qual deputados do partido passaram a confiar que Eron votaria em prol do presidente da Câmara afastado. Em nota divulgada depois do adiamento da sessão, Tia Eron ponderou que está "a postos pra executar com meu dever" e que teria votado. Falou mesmo quando o adiamento não foi pelo motivo de tua falta. Neste instante a assessoria de Cunha anunciou nota pela qual classificou de "inexistência de ética" do presidente do conselho o adiamento "em mais uma das tuas manobras, de modo abrupta, antirregimental e autoritária". Como Promover Assunto Em Mídias sociais? /p>

    Chamou Araújo de "incerto moralista" e que ele optou por uma "manobra espúria" de encerrar a sessão por não ter convicção de que a cassação seria aprovada. O procedimento contra o peemedebista neste momento é o mais longo da história do Conselho. Em seu parecer, Rogério declara que Cunha quebrou o decoro parlamentar ao omitir a vivência de contas no exterior que, de acordo com a Procuradoria-Geral da República, foram abastecidas em quota com dinheiro do petrolão.


    Qualquer que seja a decisão do Conselho, Cunha só perderá o mandato caso pelo menos 257 dos seus 512 colegas se manifestem por este significado, em votação aberta no plenário da Câmara. Ainda não há data marcada pra essa definição. A limitação da investigação se deu principalmente na ação de aliados e do próprio Cunha, que até o início do mês passado presidiu a Câmara com enorme ascendência sobre seus pares. Cada que seja a decisão dessa quarta, o desfecho deste caso ainda é uma incógnita.


    Caso perca no Conselho, Cunha vai ter que recorrer à Comissão de Constituição e Justiça, a principal da Moradia, pra tentar revogar a votação. O fundamento é o de que o Conselho praticou variados atentados processuais durante a tramitação do caso. Há ainda perante a mesa de Maranhão a análise de recursos para igualmente revogar o trabalho do Guia Para Obter Seus Primeiros 1.000 Seguidores .



    Um terceiro flanco será o de tentar aprovar no plenário da Câmara a aprovação de uma punição mais branda, como a suspensão do mandato. Para isso, aliados contam com a mudança das regras para cassação dos mandatos. 5 Boas Práticas Para o Nutricionista Nas Redes sociais iniciativa de Maranhão, a CCJ tem que votar nos próximos dias parecer que, entre algumas coisas, permitirá a exibição de emendas ao relatório aprovado pelo Conselho de Ética ao longo da votação no plenário.


    Aliados ainda tentam convencer Cunha a renunciar à presidência da Câmara como forma de oferecer aos deputados argumento para votar em prol de uma punição mais branda. Um - A representação contra Cunha deu entrada pela Câmara em treze de outubro de 2015. Neste instante é o método mais comprido da história da Residência.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.